Professor de Inglês

Nativo da Inglaterra


Bem-vindo ao Inglês Rio.

Ola, eu sou Jon e eu nasci e cresceu, fui educado e formou-se na Inglaterra. Tenho 35 anos e atualmente moro em Copacabana, no Rio de Janeiro.

Eu tenho ensinado Inglês no Rio desde 2006, e tenho ensinado muitos estudantes diferentes de vários níveis e de vários backgrounds. Os alunos que eu vi fazer o maior progresso são aqueles que são tímidos, têm dificuldade para falar Inglês ou seguir conversas em Inglês, mas que são estudiosos e dedicados e que compreendem a importância do Inglês, tanto hoje como no futuro.

Meu objetivo é prestar um serviço profissional, fazendo o aluno se sentir à vontade e incentivando a conversa. Corrijo o aluno imediatamente após ele cometer um erro, mas de uma forma construtiva e discreta. Sou organizado e calmo, e sempre muito paciente com o aluno.

Eu não sou um professor perfeito, mas eu me analisar depois de cada aula e examinar o que eu errei, o que eu fiz, e o que eu não fiz e que devia ter. Como resultado dessa reflexão, não só me aprimoro como professor, mas também busco maneiras pelas quais posso ajudar melhor o aluno.

Jon Finlay

Eu, o Professor Jon, nascido e criado, educado e graduado, na inglaterra.

Sobre o Professor Jon

Nativo da Inglattera

Jon é Inglês “da gema”, nativo da Inglaterra, vive e trabalha no Rio de Janeiro desde 2006. Ele é graduado em informática e administração pela University of Leeds em 2003. Depois, passou algum tempo viajando, e viveu por um ano em Sydney enquanto trabalhava para o Departamento de Turismo da Austrália. Depois voltou para a Inglaterra e lá trabalhou para várias empresas na área de marketing e design antes de chegar ao Rio de Janeiro. Jon tem 35 anos.

Além de ensinar Inglês e tradução, Jon está trabalhando em uma série de simulações de PC focada na sensibilização para os animais em vias de extinção, saber mais em seu site Lands Afar.”Para mostrar aos insensatos o seu erro, deve-se ensiná-los, não deplorá-los.” – Sêneca.

“Para mostrar aos insensatos o seu erro, deve-se ensiná-los, não somente deplorá-los.” – Sêneca.

 

Tirei “somente“, porque ninguém deve ser deplorada por cometer erros inocentes, mesmo brasileiros que falam Português incorretamente. Como eles poderiam falar corretamente quando seus pais eram illitarate, suas escolas eram inadequados, e não havia ninguém por perto que pode ensinar-lhes?

Valores Profissionais

do Professor Jon

Empatia

Empatia

Jonathan se coloca no lugar do aluno, fazendo com que ele se sinta à vontade. Incentiva o aluno a falar, e escuta o que o aluno está dizendo. Um dos elogios os alunos fazem com mais frequência em relação a Jon é que se trata de um professor simpático e educado. Muitos professores de inglês são extrovertidos, e a maioria dos extrovertidos não escutam adequadamente ou simpatizar com o aluno. Jon não é extrovertida, e é totalmente atento ao aula para a duração inteira da aula.

Organizada

Organizada

Todas as aulas são cuidadosamente preparadas e Jonathan garante que todos os seus compromissos sempre são cumpridos. Jon já tem vários planos de aula para usar e será aplicada de acordo com as necessidades do aluno. "Preparação adequada dos problemas é indispensável", como disse Ribbentrop antes de assinar o Pacto Molotov-Ribbentrop, em 1939. Aprendizagem eficaz, portanto, requer um planejamento diligente.

Profissionalismo

Profissionalismo

Jonathan garante que não há atrasos de sua parte, e não cancela suas aulas sem uma justa causa. As aulas são controlados e seguir uma estrutura pré-definida, mas também flexíveis para se adaptarem às necessidades do estudante. Nem toda aula vai bem, no entanto Jon é rápido para ver seus próprios erros e ele aprende a melhorar seus métodos e corrigir seus erros depois de uma reflexão cuidadosa depois de cada aula.

 Experiente

Experiente

Jonathan vem ensinando inglês aos brasileiros no Rio de Janeiro desde 2006. Ele desenvolveu um método de ensino que melhor se adaptou aos Cariocas geralmente com excelente resultados. Jonathan acredita que a experiência “hands-on” é muito melhor do que a educação formal. No entanto, seu diploma em administração certamente o ajudou no método de ensinar inglês para alunos que necessitam do idioma para fins de negócios.